blaze
Compartilhe

Sebrae/ES bate recorde com mais de 600 mil atendimentos em 2023

O número é superior ao recorde já alcançado em 2022, quando mais de 460 mil atendimentos foram realizados pelo Sebrae/ES
PorÉrica Souza
blaze
Compartilhe

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae/ES) atingiu uma marca histórica em 2023: mais de 600 mil atendimentos foram realizados aos empreendedores durante o ano, sendo 69.980 de novos clientes. O número é superior ao recorde já registrado em 2022, quando mais de 460 mil serviços foram prestados. Comparado com 2021, que registrou cerca de 260 mil atendimentos, o aumento foi de 130% em dois anos.

Para Adriana Rocha, gerente de relacionamentos do Sebrae/ES, o aumento expressivo no número de atendimentos é um reflexo das ações estratégicas adotadas pela instituição após o período crítico da pandemia. Uma delas foi o investimento na melhoria dos serviços digitais, com mais ofertas de cursos online, atendimento virtual 24 horas por dia, aplicativo e publicação de conteúdos que facilitam a vida do empreendedor.

“O atendimento digital, que foi fundamental durante a pandemia, se manteve relevante para os clientes. Conseguimos aperfeiçoar essas ferramentas com o objetivo de alcançar cada vez mais os empreendedores em todo o estado”, ressaltou.

Este ano, 55% dos atendimentos realizados pelo Sebrae/ES ocorreram à distância, enquanto que os presenciais representaram 45%. No ano anterior, em 2022, a dinâmica foi inversa, com 52% sendo presencialmente e 48% de forma remota.

Segundo Adriana, o Sebrae/ES vem investindo em soluções que ajudam os pequenos negócios em todas as etapas do empreendimento, desde a fase de regularização, passando pelo diagnóstico do negócio e seguindo pelas estratégias de vendas, fidelização de clientes e organização financeira. Nesse contexto, a busca ativa é fundamental.

Pelo programa “Sebrae na sua empresa”, agentes foram, de porta a porta, levar consultorias gratuitas para microempresas e empresas de pequeno porte. Em todo o Espírito Santo, foram mais de 40 mil atendimentos ao longo do ano. “Fazemos um trabalho de diagnóstico para entender as necessidades daquele empreendedor e oferecer soluções personalizadas para a organização financeira”, explicou.

Outro destaque foi o “Acelera”. Focado em setores estratégicos da economia capixaba, o programa mira em donos de pequenos negócios que buscam crescer mais rápido. Para isso, são realizadas rodadas de negócios, networking e capacitações exclusivas. O Sebrae/ES também define as ações estratégicas que deverão ser implementadas pelas empresas para conquistar mais clientes.

Em 2023, o programa “Acelera” atendeu pequenas empresas nos setores de turismo, petróleo, reparação automotiva, saúde, panificação, varejo e varejo virtual.

Sebrae/ES inaugurou novas unidades no território, como a sua nova sede nas Montanhas Capixabas

Capacitação acessível em todo o ES

Para as pessoas que estavam dando os primeiros passos no empreendedorismo ou que estavam em busca de uma capacitação acessível, o Sebrae/ES realizou uma extensa programação de cursos, workshops e palestras em 2023, sendo muitos deles gratuitos.

Em todo o estado, mais de 48 mil pessoas participaram de palestras sobre os primeiros passos para se tornarem microempreendedores individuais (MEI), atendimento ao cliente, marketing nas redes sociais, empreendedorismo feminino e outros temas relacionados aos pequenos negócios. Já entre os cursos e workshops online e presenciais, o público chegou a 50 mil.

Além disso, foram realizadas mais de 44 mil consultorias personalizadas, um aumento de 63% quando comparado com 2022, que registrou 27 mil atendimentos nesta modalidade. “Estamos fortalecendo nossas parcerias com entidades municipais e estaduais para atuar cada vez mais nas pontas e ampliar a nossa capacidade de atendimento. Atualmente, temos mais de 140 entidades credenciadas no estado”, afirma Alline Zanoni, gerente de relações institucionais do Sebrae/ES.

A presença do Sebrae/ES em todo o território capixaba foi reforçada pela modernização dos escritórios, ampliação da equipe de atendimento, abertura de novos escritórios no Caparaó e do escritório de negócios com foco em turismo, em parceria com Convention Bureau nas Montanhas Capixabas, e na Grande Vitória. A expansão das Salas do Empreendedor, em parceria com as prefeituras, também garante que os serviços da instituição estejam acessíveis ao empreendedor.

Evento do Cidade Empreendedora recebeu prefeitos de todo o Espírito Santo

Cidades cada vez mais empreendedoras

O engajamento dos 78 municípios capixabas com as pautas do empreendedorismo foi outro marco importante em 2023. Em seu terceiro ano de existência, o programa “Cidade Empreendedora”, uma iniciativa do Sebrae/ES em parceria com o governo do Estado, registrou uma significativa evolução do Índice de Capacidade de Estímulo ao Empreendedorismo (ICEE) no Espírito Santo.

O ICEE está embasado em cinco competências que o poder público municipal foi estimulado a desenvolver: Governança para estímulo ao empreendedorismo; Programas e projetos de apoio ao empreendedorismo; Regulamentações e legislação para melhoria do ambiente de negócio; Processos que facilitam a realização de negócios e estimulam o setor produtivo; e Recursos e infraestrutura técnica, física e tecnológica para atendimento ao empreendedor.

“Após três anos, chegamos a um aumento de 77,5% nesse índice, que é o principal do programa. Todos os municípios capixabas registraram evolução no ICEE e estão trabalhando para estimular ainda mais o empreendedorismo em suas regiões. Na prática, isso significa menos burocracia e mais políticas públicas que favorecem o desenvolvimento dos pequenos negócios”, destacou o superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo.

Suporte para o empreendedor recomeçar

Para além das ações que fomentam o empreendedorismo nos municípios capixabas, o Sebrae/ES desempenhou um importante papel de suporte aos empresários atingidos pelas fortes chuvas no início do ano. Através da campanha “SOS Sebrae”, foram aportados R$ 3 milhões em ajuda financeira para pequenos negócios localizados em municípios que decretaram situação de emergência e calamidade pública.

“Permitimos que muitos empreendimentos se reerguessem com a aquisição de bens perdidos ou danificados e também oferecemos consultorias gratuitas para a gestão dos negócios diante dos enormes prejuízos causados pelas chuvas. Colocamos os agentes, os escritórios e todos os canais de comunicação do Sebrae a serviço dos empreendedores”, relembrou Rigo.

-

Pedro Rigo: pequenas empresas geraram mais empregos no estado

Expectativas para 2024

Diante dos números conquistados ao longo do ano, 2024 reserva desafios ainda maiores para o Sebrae/ES. Segundo o superintendente, a expectativa é ampliar a capacidade de atendimento e serviços às micro e pequenas empresas, e também fortalecer os projetos que deram bons resultados nos últimos anos.

“Em 2023, o Espírito Santo se destacou como o estado líder na geração de empregos entre as pequenas empresas na região Sudeste. Esse feito ressalta a relevância desse setor para a economia e o impacto social positivo que essas empresas têm. Quanto mais empreendedores o Sebrae conseguir alcançar, mais transformações ocorrerão nos negócios e mais pessoas se beneficiarão, seja por meio da prestação de serviços de qualidade, criação de oportunidades de emprego ou valorização de seus empreendimentos”, finalizou Rigo.

  • Atendimento ao Cliente
  • Educação Empreendedora