cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasTue, 09 Jan 2024 15:05:02 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.3cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/inovacao-e-tecnologia/quase-23-mil-negocios-foram-beneficiados-com-solucoes-customizadas-do-sebraetec-em-2023/Tue, 09 Jan 2024 15:05:02 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=19607A inovação se tornou fundamental para a sobrevivência e o crescimento dos pequenos negócios. Desde a pandemia da Covid-19, milhares de empreendedores recorreram a programas inovadores para garantir uma repaginação de seus negócios. Uma das soluções oferecidas pelo Sebrae é o Sebraetec, iniciativa que oferece atendimento personalizado e soluções sob medida para as micro e pequenas empresas.

Em 2023, quase 2,3 mil negócios foram acompanhados pelo programa em 443 municípios de Minas Gerais, em um total de mais de R$ 24 milhões investidos no período. A maioria das empresas atendidas foi no setor de Agropecuária (2.188), seguido pelo Comércio (268), Indústria (260 e Serviços (260).

O programa contempla mais de 70 produtos, divididos em quatro eixos: desenvolvimento tecnológico, design, produção, qualidade e sustentabilidade. Em média, 70% dos custos das consultorias são subsidiados pelo Sebrae, mas os percentuais podem ser superiores dependendo do financiamento dos parceiros.

“Atendemos a empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano. Nosso público reúne MEI, micro e pequenas empresas, produtores rurais e artesãos que desejam produzir com mais eficiência e qualidade, aprimorar a comunicação e converter contratos em vendas”, destaca a analista do Sebrae Minas Juliana Orsetti.

Por meio do Sebraetec, o empreendedor pode identificar as soluções e tecnologias de que a empresa precisa. Ao ser incluído no programa, ele é encaminhado a um prestador de serviço credenciado pelo Sebrae Minas que vai acompanhá-lo por um período de 15 dias a dez meses – a depender da solução escolhida.

Pote que gera vitrine

A turismóloga Fernanda Silva recorreu ao Sebraetec para materializar a inovação em seu negócio, o Cantos do Mundo Turismo, agência de viagens on-line fundada em 2017, em Bicas, na Zona da Mata. Ao passar por cursos e capacitações do Sebrae, a empreendedora e o marido Renato tiveram a ideia de criar um pote que seria entregue na aquisição dos pacotes de viagem, com itens que remetessem aos destinos selecionados pelos clientes.

“Foi nesse momento que recebemos apoio do Sebraetec com o design do produto. Nele, o cliente recebe os documentos de viagem, o identificador de mala, fotos polaroid e um manual com dicas de memórias a serem guardadas, com ingressos, mapas e bilhetes. O pote se transformou em nossa vitrine”, conta Fernanda.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/cultura-empreendedora/economia-da-longevidade-mercado-propoe-novos-servicos-e-produtos-para-o-publico-acima-dos-60-anos/Fri, 05 Jan 2024 12:31:01 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=19568Um mercado importante para os pequenos negócios e para quem desenvolve novos serviços e produtos voltados às pessoas com 60 anos ou mais – um contingente que já supera os 30 milhões de indivíduos. Esse é o segmento da economia da longevidade, responsável por movimentar mais de R$ 1,6 trilhão por ano no Brasil e que deve crescer ainda mais, uma vez que as projeções, daqui a 30 anos, sugerem que 1 em cada 4 brasileiros será idoso.

“É necessário pensar que essa parcela da população, formada por um consumidor diferente devido às suas características fisiológicas e sociais, tem suas deficiências físicas e cognitivas, mas tem autonomia, bom poder aquisitivo, dentre outras características. Por isso, precisa de um atendimento diferenciado por parte do lojista, do prestador de serviço, porque, diferente do que muitos pensam, esse consumidor da longevidade não consome só saúde”, explica o analista de Competitividade do Sebrae Flávio Barros.

Pensando nisso, o Sebrae elaborou um estudo que analisa as oportunidades e tendências de mercado para essa faixa etária. Os setores de segurança, turismo, saúde física e mental, cultura, mobilidade e relacionamento são os que podem mais se destacar nos próximos anos. É uma excelente oportunidade porque esse público valoriza o atendimento presencial e personalizado, são mais fiéis do que as novas gerações, não buscam tantas mudanças, entre outros benefícios. Flávio Barros compartilha algumas dicas para alcançar o sucesso com os clientes mais vividos.

É muito comum encontrarmos as lojas preparadas para atender o consumidor de faixa etária menor, o jovem, mas não para o sênior. É necessária mais paciência do vendedor, pois o idoso demora para se decidir, e o estabelecimento precisa ser acessível, dentre outras coisas. No mercado digital, que o idoso consome bastante, é importante ter anúncios com letras maiores, por exemplo.
analista de Competitividade do Sebrae Flávio Barros.

Flávio Barros ressalta que é fundamental tornar a experiência do consumidor mais prazerosa, que certamente ajudará na fidelização e que ele volte mais vezes, além de promover uma divulgação interessante para a empresa. Pensar em estratégias de filas e estacionamentos especiais, treinar a equipe e reduzir o tempo de espera contribui para a satisfação do idoso. “Uma comunicação direcionada, listas de transmissão e a busca pelo feedback chamam a atenção desse público e faz com que ele se sinta valorizado”, completa o analista.

Conheça outras dicas!

Inovação

Por ser um mercado que tem muito a ser explorado, a longevidade tem atraído empreendedores inovadores, que trazem a criatividade aliada à tecnologia para atender a esse público. Um desses casos é a CuideMe, startup do setor de saúde, localizada em Maringá (PR) e fundada por Luísa Bernardes e Camila Gonçalves. A ideia inicial surgiu da dificuldade de Luísa de cuidar dos avós a distância. Foi então que desenvolveram um relógio de emergência pessoal, que permite o acompanhamento remoto da saúde dos idosos, priorizando a segurança, independência e agilidade no socorro em situações críticas.

“Este dispositivo pioneiro utiliza tecnologia própria para monitorar em tempo real parâmetros vitais, como frequência cardíaca, pressão arterial, oxigenação sanguínea, além de detectar quedas e fornecer geolocalização em emergências”, explica Camila Gonçalves. O produto está começando a ser operacionalizado e conta com 100 clientes – entre pessoas e empresas. O objetivo é finalizar 2024 com mais de 2,5 mil idosos acompanhados.

Camila Gonçalves conta que o Sebrae foi um parceiro fundamental para chegar ao momento atual, com a participação em programas como o Sebraetec, Capital Empreendedor e o SebraeInCompany, em diversas feiras, imersões em ambientes de inovação e visitas a instituições de renome, como o Hospital Albert Einstein, o Inova HC e o Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). “Essas experiências contribuíram significativamente para o aprimoramento contínuo da CuideMe, permitindo-nos oferecer um serviço mais abrangente e inovador, sempre valorizando a parceria e o suporte do Sebrae ao longo de nossa jornada empreendedora”, afirma.

Manter a mente funcionando é um dos objetivos da empresa ISGAME, que desenvolveu o Programa Cérebro Ativo, com o objetivo de ensinar idosos a jogar e desenvolver games para a melhora cognitiva, combatendo a Doença de Alzheimer (que atinge cerca de 7% dos idosos no Brasil). A empresa oferece aulas presenciais e on-line, que utilizam o aplicativo que já está disponível na App Store e Google Play com assinaturas que custam R$ 20 por mês.

“Temos um modelo de Licenciamento para Instrutores, que podem levar a nossa metodologia e o Aplicativo Cérebro Ativo para todas as cidades. Hoje são mais de 1,5 mil alunos em São Paulo, Campinas, Jundiaí e Santos”, conta o fundador da empresa, Fábio Ota. “Sempre gostei de conversar com pessoas mais velhas, mas me incomoda muito saber que muitos, por falta de estímulos, podem sofrer mais com o declínio cognitivo. Por isso, investimos nesse campo”, argumenta. Atualmente, o projeto foi aprovado pela Lei Rouanet para poder captar R$ 1 milhão para investir na ampliação da escola de games.

“As startups voltadas para o setor da saúde, principalmente para os idosos, são uma tendência mundial, pois são mais ágeis, desenvolvem e apresentam seus produtos e serviços numa velocidade muito maior do que as empresas normais”, comenta Flávio Barros.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/inovacao-e-tecnologia/sebraetec-programa-tera-r-400-milhoes-para-inovacao-nos-pequenos-negocios-em-2024/Mon, 11 Dec 2023 12:53:52 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=19079O Sebrae deve investir, em 2024, cerca de R$ 400 milhões para levar inovação e soluções tecnológicas que vão fortalecer a atividade de micro e pequenas empresas brasileiras. Em um cenário de neoindustrialização, o portfólio de serviços do programa apresenta novidades como aplicação de Inteligência Artificial (IA), implementação de boas práticas ESG, acessibilidade no atendimento, entre outros.

Os recursos contemplam pelo menos 70 mil negócios com foco em novas demandas de mercado, que terão acesso a uma rede de prestadores de serviços tecnológicos, de acordo com a necessidade apresentada, e subsídios que chegam a até 90% do valor das consultorias. A nova fase do Sebraetec marca o vigésimo ano do programa, com atualizações segundo as demandas do mercado e resultados concretos.

Os negócios atendidos pelo Sebratec, no ano passado, alcançaram 60% de aumento no faturamento após participação no programa. As empresas avaliadas afirmaram que melhoraram o atendimento (81%) e apresentaram melhorias na qualidade de produtos e serviços (85%). Do total de atendimentos, 78% delas obtiveram retorno do valor investido.

O setor com maior número de demandas no programa é o do agronegócio. Os empreendedores buscam principalmente soluções para melhorar a produtividade no campo, tanto na agricultura quanto na pecuária, como também para realizar o melhoramento genético do rebanho, com uso de recursos de inseminação artificial (IATV) e fertilização in vitro (FIV).

Falando para os Agentes Locais de Inovação, em evento que celebrou os 15 anos do programa ALI e 20 anos do Sebraetec, o presidente do Sebrae, Décio Lima, os definiu como imprescindíveis para a transformação que precisa acontecer nos territórios brasileiros. “Vocês conseguem transformar a vida das pessoas, trazendo renda e esperança para que elas não desistam de construir um caminho de felicidade e dignidade”, ressaltou.

Lima também projetou um alcance ainda maior das iniciativas nos próximos anos.

Seremos o país mais criativo no campo das startups, da inteligência artificial e vamos ajudar a revolucionar a economia global. Precisamos lembrar que o ALI e o Sebraetec são ferramentas para que nesse mundo sustentável e inovador haja inclusão social. Não podemos mais conviver com um mundo em que milhões de pessoas passam fome.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

Em 2023, o Sebraetec alcançou 80% dos municípios brasileiros, com destaque para pequenos municípios do norte e nordeste. O gerente de Inovação do Sebrae Nacional, Paulo Renato Cabral, destaca que o programa realiza um trabalho invisível por todo o país, mas que tem impactado os negócios e transformado vidas. “Quando nós unimos o programa Agentes Locais de Inovação (ALI) com o Sebraetec, possivelmente nós estamos falando do maior programa de extensionismo tecnológico do mundo porque eles vão até as empresas e fazem a transformação acontecer”, afirmou.

O gestor nacional do Sebraetec, Arthur Carneiro, destaca que o programa tem evoluído ao longo dos anos para atender às principais necessidades dos pequenos negócios. Desse modo, o portfólio de serviços será ampliado para disponibilizar novas soluções. “Estamos estruturando serviços que ofereçam mais digitalização às MPE de forma escalável, a partir do uso de ferramentas tecnológicas que contam com IA, como geolocalização. Na área da sustentabilidade, vamos oferecer serviço que faz inventário de ativos que podem ser recompensados pelas empresas. No caso da acessibilidade, disponibilizamos consultorias para que as empresas adaptem seus ambientes para atender clientes com qualquer tipo de necessidade especial”, explicou.

Histórico

Somente nos últimos quatro anos, foram destinados cerca de R$ 1 bilhão, com impacto em aproximadamente 190 mil micro e pequenas empresas (MPE). Em média, cerca de 50 mil MPE foram atendidas por ano. Os investimentos totais, somente no período entre 2014 e 2022, superam R$ 2,3 bilhões em serviços tecnológicos e R$ 1,9 bilhão em aporte de recursos do Sistema Sebrae.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/inovacao-e-tecnologia/dia-da-amazonia-estimular-inovacao-e-bioeconomia-sao-caminhos-para-um-desenvolvimento-sustentavel/Tue, 05 Sep 2023 20:26:21 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=16474Um dos patrimônios naturais mais valiosos e a maior reserva natural do planeta, a Amazônia tem um dia somente para ela celebrado nesta terça-feira (5). Como forma de estimular a bioeconomia e transformar esse tesouro em bem-estar para a população local, o Sebrae anuncia o início das inscrições para o módulo tração do Programa Inova Amazônia a partir da próxima segunda-feira (11). O objetivo da iniciativa, que é executada em parceria com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), é fortalecerstartups da floresta a partir do uso sustentável dos recursos naturais da biodiversidade.

“Essa é a segunda edição do programa. Uma ação contínua e que se aprimora a partir dos resultados alcançados. Pelo menos 10 empresas do programa já estão fazendo negócios com o mercado externo”, destaca o gerente de Inovação do Sebrae, Paulo Renato Cabral.

A nossa experiência tem demonstrado que o empreendedorismo inovador e as startups da floresta são um novo caminho para o desenvolvimento sustentável do país

O edital é voltado exclusivamente para micro e pequenas empresas (pessoas jurídicas) que estão em operação e faturando. As equipes devem inscrever propostas para novos produtos, serviços, ou ações de beneficiamento. No total, serão selecionados até 180 projetos – 20 em cada estado da Amazônia Legal (Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins). Os selecionados receberão consultorias, capacitações e mentorias (on-line e presencial), além de participarem de eventos do setor de inovação e de uma bolsa de R$ 6,5 mil.

Os segmentos econômicos da bioeconomia contemplados no edital são: alimentos; agricultura; aquicultura e pesca; bebidas; biocombustíveis; bioenergia; bioplásticos e embalagens; casa e construção; ecodesign; ecoturismo; farmoquímico e farmacêutico; fitoterápicos e nutracêuticos; florestas; higiene, perfumaria e cosméticos; indústria têxtil e moda; química e novos materiais; e tecnologia da informação e logística.

Inscrições prorrogadas

Já os empreendedores e pesquisadores (pessoas físicas) que desejam avançar em projetos sustentáveis na região Amazônica têm até domingo (10) para se inscrever no módulo de Ideação do Inova Amazônia. Essa fase é uma espécie de pré-aceleração de ideias vinculadas à bioeconomia que ainda não saíram do papel. No total, serão selecionados até 270 projetos (30 por estado).

Inova Amazônia

O Programa Inova Amazônia do Sebrae é uma estratégia focada em fomentar, apoiar e desenvolver pequenos negócios, startups, empreendimentos e ideias inovadoras alinhadas à bioeconomia, que tenham como premissa a atuação direta ou indireta para preservação ou uso sustentável dos recursos da biodiversidade do bioma. No total, já foram investidos R$ 23 milhões em ações de aceleração, bolsas, eventos, Sebraetec e missões internacionais.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/inovacao-e-tecnologia/prorrogado-inova-amazonia-recebe-inscricoes-ate-10-de-setembro/Mon, 04 Sep 2023 17:02:35 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=16437Empreendedores e pesquisadores que desejam avançar em projetos sustentáveis na região Amazônica têm mais uma semana para se inscrever no Programa Inova Amazônia do Sebrae. O prazo foi prorrogado até o próximo domingo (10). A iniciativa do Sebrae tem por objetivo fortalecer a bioeconomia e criar startups da floresta, a partir do uso sustentável dos recursos naturais da biodiversidade.

Inscreva-seaqui.

Esse é o módulo Ideação do Programa, que atua como uma pré-aceleração de ideias vinculadas à bioeconomia. Esta fase é destinada a pessoas físicas que ainda não tiraram a ideia do papel e precisam definir o modelo de negócio, assim como validar seu produto ou serviço para então lançá-lo no mercado. No total, serão selecionados até 270 projetos – 30 por estado, considerando os nove estados da Amazônia Legal (Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins).

“A ideia de negócio deve reunir a inovação e o desenvolvimento de alguma atividade empresarial ligada à bioeconomia, contribuindo para a conservação, preservação ou uso sustentável de recursos naturais da biodiversidade da Amazônia”, ressalta a coordenadora nacional do Programa, Valéria Vidal.

Os segmentos econômicos da bioeconomia contemplados no edital são: alimentos; agricultura; aquicultura e pesca; bebidas; biocombustíveis; bioenergia; bioplásticos e embalagens; casa e construção; ecodesign; ecoturismo; farmoquímico e farmacêutico; fitoterápicos e nutracêuticos; florestas; higiene, perfumaria e cosméticos; indústria têxtil e moda; química e novos materiais; e tecnologia da informação e logística.

Em cerca de quatro meses, os empreendedores selecionados receberão capacitações coletivas e mentorias individuais, bem como atividades para induzir a formação de redes de contatos e conexão com o mercado. Ao final do ciclo de aceleração as três melhores ideias de cada estado serão premiadas – R$ 30 mil (1º), R$ 20 mil (2º) e R$ 10 mil (3º).

Inova Amazônia

OPrograma Inova Amazônia do Sebrae é uma estratégia focada em fomentar, apoiar e desenvolver pequenos negócios, startups, empreendimentos e ideias inovadoras alinhadas à bioeconomia, que tenham como premissa a atuação direta ou indireta para preservação ou uso sustentável dos recursos da biodiversidade do bioma. No total, já foram investidos R$ 23 milhões em ações de aceleração, bolsas, eventos, Sebraetec e missões internacionais.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/cultura-empreendedora/queijo-de-manteiga-amazonense-conquista-ouro-no-expoqueijo-2023-em-minas-gerais/Wed, 30 Aug 2023 15:00:35 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=16353O queijo de manteiga produzido pela Leiteria Macurany foi destaque na 3ª edição do ExpoQueijo Brasil 2023. O produto amazonense conquistou o Prêmio Ouro na Categoria Mista do evento internacional, que ocorreu de 24 a 27 de agosto, em Araxá, Minas Gerais.

A leiteria do empresário e produtor rural Isandrey Azêdo tem origem na Comunidade do Macurany, em Parintins (AM), e, assistido pelo Sebrae Amazonas, participou do primeiro concurso internacional de queijo do Brasil. Após vencer a disputa entre 1.200 concorrentes de 11 países, o queijo de manteiga amazonense foi reconhecido como o melhor do mundo por um corpo de jurados que contou com mais de 200 especialistas, seguindo a metodologia do Instituto de Laticínios Cândido Tostes (Epamig ILCT).

Para Isandrey,  o momento é de pura emoção e orgulho. “Esse é um trabalho de toda uma vida que meu pai começou lá atrás e eu dei continuidade a isso. É um sentimento indescritível. Foi emocionante trazer esse prêmio pro Amazonas”, celebrou o empresário, que já vislumbra os próximos passos com apoio do Sebrae: a concessão do Selo Arte e a busca pela Indicação Geográfica do queijo de manteiga em Parintins.

Mas sua jornada como cliente ativo do Sebrae não é de hoje. A Leiteira Macurany começou a ganhar forma em 2014, quando o produtor adquiriu as primeiras soluções do Sebraetec, produto que oferece serviços tecnológicos e inovadores para pequenos negócios com 70% do valor subsidiado. Assim, deu-se início ao processo de modernização do negócio familiar na área de pastagem, melhoramento genético do rebanho e de processos, além de acesso ao mercado.

Com participação recorrente em feiras, capacitações e missões empresariais pelo Brasil, o relacionamento junto ao Sebrae segue fortalecendo o empreendimento, que atualmente conta com o apoio do Escritório Regional da instituição em Parintins, através de consultorias Sebraetec de rotulagem e análise química dos produtos para a obtenção do Selo Arte – certificado de identidade e qualidade para comercialização nacional de produtos artesanais.

O Sebrae abriu as portas levando a gente a Manaus, Brasília, São Paulo, Araxá e agora estamos sendo reconhecidos com esse ouro: o melhor queijo de manteiga do mundo. Agradeço ao Sebrae, porque sempre foi um grande parceiro nosso.

O empresário e produtor rural Isandrey Azêdo, do Amazonas, levou o seu produto e foi premiado no ExpoQueijo Brasil 2023. Foto: ASN/AM.

Os produtos da Leiteria Macurany são certificados, ainda, com o selo de qualidade do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), emitido pela Secretaria Municipal de Pecuária, Agricultura e Abastecimento (Sempa), e já foram bem-sucedidos em concursos estaduais. O doce de leite e o queijo coalho foram vencedores de 6ª Feira de Agronegócios da Universidade Nilton Lins e, também, bicampeões na 36ª Expopin e na 44ª Expoagro.

ExpoQueijo

A ExpoQueijo é um evento que busca se consolidar como uma vitrine da produção brasileira do setor e funciona como uma plataforma que contribui para o crescimento do mercado de queijos no Brasil e impacta áreas como o turismo, varejo, agropecuária, logística, indústria alimentícia e de suprimentos e relações internacionais.

Ao todo, 19 participantes integraram a comitiva com o apoio do Sebrae Amazonas que, além da leiteria, incluiu a Queijaria Tradição D’Lourdes, da Comunidade Novo Céu, em Autazes, sucesso de vendas com o queijo coalho bovino no último final de semana.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/cultura-empreendedora/loja-de-castanhas-do-brasil-esta-entre-as-melhores-na-amazon-eua/Fri, 14 Jul 2023 19:07:25 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=15012A empresa mato-grossense “Floresta em Pé” está no topo do ranking de melhores vendedoras de castanha do Pará na maior plataforma de vendas do mundo, a Amazon dos Estados Unidos. O pacote de castanhas do Pará, conhecida no exterior como castanha do Brasil, segue há mais de 30 dias no primeiro lugar dos best sellers, o que tem sido motivo de comemoração das equipes da empresa e do Sebrae em Mato Grosso, que participou ativamente do processo de expansão dos negócios.

“É uma alegria, uma vitória saber que a gente está no meio de gigantes, performando e inspirando. Nós ouvimos o que os nossos consumidores desejam e trabalhamos para atendê-los. Ver que nossas ideias são replicadas no mercado norte-americano é muito legal”, descreve um dos sócios da empresa Diego Pamplona.

A produção das castanhas é realizada na cidade de Juína, localizada ao norte de Mato Grosso. Há 8 anos, quando Diego e os sócios Elizeu Bezerra e Eugênio Bergamim se uniram, o conceito foi baseado na sustentabilidade para que o negócio pudesse gerar economia na própria região, sem a necessidade de desmate.

“A Floresta em Pé veio para ressignificar a cultura de que as terras só são rentáveis com a derrubada da mata. Acreditamos que uma floresta em pé pode sim ser um vetor econômico por meio do tripé: economia, sociedade e meio ambiente”, afirma Pamplona.

A empresa começou com a mão de obra local e artesanal de cerca de 60 mulheres na quebra de castanhas e as tecnologias da agroindústria foram implantadas logo em seguida para automatizar o processo, sem abandonar a mão de obra. “Com isso, a gente conseguiu ganhar escala, obter mais qualidade, o que nos permitiu intensificar mais a nossa exportação”, lembra o empresário.

Para fortalecer ainda mais o conceito de sustentabilidade, a gerência da Floresta em Pé busca pela consultoria ESG (Environmental, Social and Governance), – sigla que em português pode ser traduzida como ambiental, social e governança (ASG) – realizada pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS). O processo tem o objetivo de contribuir para um impacto positivo na sociedade e meio ambiente, por meio de mapeamento das boas práticas na produção de alimentos, segurança alimentar, entre outros quesitos, desde a colheita até a entrega.

Apoio do Sebrae/MT

Eugênio Bergamim na estufa dos produtores locais de mudas de castanheira – Foto: Divulgação Floresta em Pé.

No mercado brasileiro, a loja on-line vende as castanhas orgânicas, cruas, sem sal e salgadas, e este mesmo produto é levado para fora do país. A expansão da empresa surgiu a partir de consultorias e missões para o Canadá realizadas pelo Sebrae/MT e da unidade de atendimento em Juína. A expertise de negócios e os programas voltados aos empresários levouinsights sobre o mercado de exportação e aos selos que validam os produtos no exterior.

“Fizemos uma consultoria com o Sebrae/MT para obter a certificação orgânica, devido à demanda do mercado internacional. Com o auxílio do Sebraetec, conquistamos a certificação orgânica e percebemos a exigência do mercado americano e a necessidade de alcançar o público desejado, levando-nos a obter a certificação Kosher também por meio do programa Sebraetec. Além disso, identificamos a importância do selo ‘No GMO’, respondendo às necessidades do mercado e buscando sua certificação”, explica.

Para Diego, a Floresta em Pé é um propósito de vida. Ele lembra que, no início, houve propostas para que a empresa entrasse no ramo doscommodities, o que levaria a perda do valor da marca, e que apesar de ter sido desafiador, o caminho para manter a Floresta em Pé tem sido gratificante.

“Estar hoje em primeiro lugar, concorrendo com empresas de faturamentos milionários, é bastante motivador. Existe muita estratégia, muita dedicação, muito trabalho. Mas acreditamos que esse é um resultado da mão de Deus sobre nós, mostrando que a gente está no caminho certo”, completa.

A Floresta em Pé está em mais de 42 redes de mercado. No entanto, há apenas um ano e meio os gestores voltaram o foco ao comércio digital. Com o posicionamento da marca, no mercado americano, novos produtos frutos da floresta amazônica serão lançados nas próximas semanas.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/inovacao-e-tecnologia/pequenos-negocios-mostram-que-a-inovacao-esta-ao-alcance-de-empreendimentos-de-qualquer-porte/Thu, 13 Jul 2023 13:40:24 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=14954
A Neo Soul trabalha com produtos voltados para a comunicação visual. Crédito: divulgação.

Em 2021, Adriano Salvador decidiu buscar o Sebraetec para melhorar o layout produtivo da Neo Soul, sua empresa de comunicação visual, fundada em 2004, em São Paulo. O que ele não esperava era que o programa transformasse também o seu próprio conceito de inovação. “Antes, quando eu pensava em inovar, era sempre algo extraordinário, ligado à tecnologia. Depois, enxerguei a inovação quando consegui atingir resultados melhores com praticamente o mesmo recurso que eu tinha antes”, argumenta o empreendedor.

Adriano conta que, antes do Sebraetec, ele mesmo comandava a parte de relacionamento e captação de clientes, pois a empresa não tinha um setor comercial estruturado. “Consegui montar uma estratégia de vendas, um departamento comercial, com atendimento, qualificação e hoje conto com cinco funcionários só nessa área. Hoje, meu pessoal tem uma meta de vendas, tem números e métricas”, comemora.

O Sebraetec é uma solução oferecida pelo Sebrae que conecta micro e pequenos negócios a inovações que potencializam seus resultados. Desde 2012, o programa proporciona consultorias individualizadas para entender e indicar a melhor solução de inovação para cada negócio. A iniciativa programa tem como objetivo levar inovação para as micro e pequenas empresas por meio da indicação de prestadores de serviços e soluções, aumentando a competitividade desses negócios no mercado.

Melhoria contínua

As melhorias na Neo Soul não param e o empresário já vislumbra inovações para garantir ainda mais produtividade para o negócio, que atualmente tem 18 funcionários em seu quadro. Entre elas, ele pretende substituir todos os computadores de mesa por notebooks, por exemplo.

Outra mudança foi implantar um programa de melhoria contínua onde, todo mês, o funcionário faz um relato sobre o que pode avançar dentro da empresa. “O colaborador expressa o problema e já sugere a solução”, explica Adriano. Foi ouvindo os colaboradores que o empresário instalou um ar-condicionado e uma pequena biblioteca no refeitório, além de trocar as cadeiras antigas do escritório por outras mais confortáveis. “Melhorar tem de ser uma constante, quando a gente chega na zona de conforto é um perigo. Isso eu aprendi com o Sebrae”, revela o empreendedor de 39 anos.

Parceiro antigo de inovação

A Solutio Indústria Química teve consultorias do Sebraetec. Crédito: divulgação.

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Também em São Paulo, mas em Indaiatuba, a Solutio Indústria Química foi outro empreendimento que contou com atendimento do Sebraetec. Há seis anos no mercado, o negócio atua no segmento de artigos para produção e manutenções industriais, com destaque para proteção de cabine de pintura.

A proprietária Paula Cardoso reitera que o Sebrae é parceiro antigo e que ela já teve acesso a três consultorias do Sebraetec. “A consultoria de Design Thinking desenhou e montou a jornada do cliente. Nós vimos, por exemplo, os pontos críticos no atendimento e fizemos o planejamento das ações. A consultoria de modelação de processos foi importante para acharmos as lacunas que existiam nos nossos processos nas interfaces. Também tivemos uma consultoria para desenvolver o aplicativo de diagnóstico. Por meio dele, a gente agiliza o processo entre entender a necessidade do cliente e entregar o produto ideal”, explica.

O negócio não fechou na pandemia, mas, logo no início do período de isolamento, o faturamento caiu um pouco com a falta dos insumos e com o aumento de preço de muitos deles. Entretanto, pouco depois, em 2021, a empresa voltou a crescer. Paula relata que a parceria com o Sebrae a ajudou a atravessar pela fase inicial da pandemia. “Foi bem na época das consultorias e cursos do Sebrae. Foram iniciativas que ajudaram a valorizar mais o potencial da Solutio e o meu, de gestora, que tive de olhar para o futuro sem deixar a peteca cair.”

Congresso Internacional de Inovação da Indústria

“Os casos bem-sucedidos da Neo Soul e da Solutio Indústria Química ilustram o papel essencial que a inovação cumpre nos pequenos negócios e mostram que é possível inovar em todo tipo de empreendimento, independentemente do porte, gerando aumento de renda”, destaca o presidente do Sebrae Décio Lima.

Empreendedores de todo o país e interessados no tema podem se aprofundar nas tendências do mercado no mais importante evento de inovação da América Latina: o Congresso Internacional de Inovação da Indústria. O evento, promovido pelo Sebrae e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), será realizado nos dias 27 e 28 de setembro, no São Paulo Expo. O tema desta décima edição será a ecoinovação.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/dados/quase-97-dos-empresarios-atendidos-pelo-sebrae-implementam-inovacoes-nos-negocios/Tue, 27 Jun 2023 12:20:14 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=14397No município de Campo do Meio, em Minas Gerais, a produção de capas para bancos de carros já é uma tradição e movimenta a economia da cidade. A empresa Monshell, que atua no segmento, já nasceu on-line e furou a bolha local ao comercializar seus produtos para todo o país em seu próprio endereço virtual e em plataformas como Amazon, Shopee, Magazine Luíza e Mercado Livre. Mas, para chegar a esse nível de maturidade, a empresa investiu em inovação e, por meio do Sebraetec, conseguiu a orientação de que precisava. Assim como o empreendimento mineiro, 96,8% das empresas que participaram de programas do Sebrae implantaram ao menos uma mudança no negócio.

É o que retrata a Pesquisa Inovação e Modernização, realizada pelo Sebrae entre janeiro e fevereiro deste ano para medir o indicador de inovação e modernização com clientes atendidos pelos programas Sebraetec, Agentes Locais de Inovação (ALI), Startup Sebrae e Up Digital. Entre os principais resultados, o levantamento constatou, em inovações de produto, que 82,7% dos entrevistados notaram melhora na qualidade de produtos e serviços e 38,1% deles lançaram algum produto ou serviço novo.

No tocante a inovações de processo, 71,1% aumentaram a produção/vendas e reduziram desperdícios, enquanto 67,8% dizem ter diminuído custos e 53,2% dos empreendedores otimizaram o consumo de água ou energia. No campo das inovações organizacionais, 83,8% do público ouvido melhorou o atendimento e 31,1% venderam seus produtos ou serviços em lojas virtuais, como é o caso da Monshell. Nas inovações de marketing, 62,1% dos empresários criaram ou melhoram seu site e/ou redes sociais, 45,1% incrementaram o layout da loja e 23,2% criaram um design de embalagens e produtos.

Os dados da pesquisa deixam claro que boa parte dos empreendedores já entendeu que é preciso desmistificar a inovação, que pode englobar desde melhorias simples e pontuais nos processos da empresa – ajudando o negócio a melhorar qualidade, reduzir custos e desperdícios – até o desenvolvimento de um novo produto com alta tecnologia.

“Uma das principais dificuldades é justamente o entendimento equivocado de que a inovação custa caro. Não é bem assim. A inovação precisa fazer parte da cultura das empresas. E há processos de gestão da inovação que podem ser adotados por empresas de todos os tamanhos”, reforça o analista de Inovação do Sebrae à frente do estudo, Arthur Carneiro.

Mais de 40% dos entrevistados pelo Sebrae realizaram entre seis e oito mudanças na empresa após passarem pelo atendimento da instituição – e um terço dos empresários realizou mais de oito mudanças. A pesquisa também apontou que os Microempreendedores Individuais (MEI) colocaram em curso o maior número médio de inovações em seus empreendimentos.

Buscar novas tendências é necessário

Apesar dos bons números, Carneiro alerta que os donos de pequenos negócios precisam pensar mais longe. “Os empreendedores estão buscando inovar cada vez mais, pois percebem impactos diretos no aumento de faturamento e na competitividade dos seus negócios. Mas, no geral, as inovações realizadas ainda são mais incrementais, simples. É importante que os empresários brasileiros busquem inovações mais tecnológicas, aproveitando tendências como transformação digital, Inteligência Artificial (IA), nanoteclogia, dentre várias outras”, esclarece.

Dos setores averiguados, o Comércio registrou o maior número médio de mudanças na empresa em decorrência do acompanhamento do Sebrae, alcançando uma média 7,2, e 97% dos entrevistados desse segmento aplicaram, pelo menos, uma inovação na empresa. No entendimento de Arthur, “todos os setores possuem facilidade para inovar. O que muda é justamente o tipo de inovação. O setor de Indústria realiza mais inovação em seus produtos. Já os setores de comércio e serviços realizam muitas inovações na área de marketing. As inovações de processos, por sua vez, costumam ocorrer em todos os setores, com destaque para os pequenos produtores rurais, que têm inovado bastante em sua produção”.

OSebraetec, uma das iniciativas avaliadas pela pesquisa, conta com uma rede de prestadores de serviços de tecnologia e, de acordo com a necessidade do cliente, promove o acesso a soluções inovadoras e acompanha todas as etapas para assegurar os melhores resultados. São soluções para ajudar o empresário a inovar e a fazer melhor gastando menos e, segundo o analista Arthur Carneiro, “oferece mais de 250 consultorias tecnológicas nas áreas de produção e qualidade, design, sustentabilidade e desenvolvimento tecnológico. Essas consultorias contam com cerca de 70% do valor subsidiado pelo Sebrae”. Foi dentro do Sebraetec que a Monshell obteve orientações para construir seu próprio e-commerce e chegou a vender 150 capas por dia. Atualmente, as plataformas de comércio eletrônico representam 50% das vendas de produtos da empresa mineira.

]]>
cassinos.info - Sebraetec – cassinos.info – cassinos.infohttps://www.wxhxkjgs.com/cultura-empreendedora/sebrae-leva-empresas-de-8-estados-para-a-biofach-maior-feira-de-produtos-organicos-do-brasil/Thu, 15 Jun 2023 13:01:49 +0000https://www.wxhxkjgs.com/?p=14081“Chorei de felicidade ao saber que participaria da Biofach. Investimos muito para estar aqui e o Sebrae foi fundamental nesse processo. Fizemos a certificação de orgânico através do Sebraetec para entender a agricultura familiar orgânica, que ajudou a mapear as feiras desse segmento”, comemora Maíra Welerson, fundadora da Crilancha, empresa do Espírito Santo focada em produtos orgânicos para o público infantil. A convite do Sebrae, 12 pequenos negócios de oito estados estão expondo e comercializando no maior evento de negócios de produtos orgânicos do Brasil e da América Latina.

-

A Crilancha, empresa do Espírito Santo, levou à Biofach seus produtos orgânicos para o público infantil. Crédito: Fábio Eufrazio.

A Bio Brazil Fair | Biofach América Latina acontece de 14 a 17 de junho no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo. Em 2023, o Sebrae levou, por mais um ano consecutivo, empreendedores de diferentes estados brasileiros que investem nesse segmento de produtos orgânicos para a Biofach. No estande do Sebrae, os participantes da feira podem conhecer mais sobre a plataforma on-line “Do Brasil à Mesa – Produtos de Origem”, lançada recentemente em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

O analista de Competitividade do Sebrae Luiz Rebelatto conduziu palestra sobre a importância da participação dos empresários na Biofach para ampliar o networking e aprimorar conhecimento na área de investimento em orgânicos. Foto: Fábio Eufrázio.

O projeto também foi tema de palestra conduzida pelo analista de Competitividade Luiz Rebelatto. Na oportunidade, Rebelatto destacou a importância da participação dos empresários na Biofach para ampliar o networking e aprimorar conhecimento na área de investimento em orgânicos.

“O intuito do Sebrae é mostrar ao mercado as empresas parceiras que estão aqui e, para as respectivas unidades do Sebrae, o potencial dos alimentos orgânicos, além de orientar os empreendedores a se qualificar em termos de produto e de estratégia de mercado”.

Promoção de produtos tradicionais, artesanais e típicos

A 17ª Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia oferece áreas de atualização, experiência, intercâmbio entre expositores, profissionais, produtores e visitantes, além de apresentar tendências de consumo. O evento também é um espaço estratégico para a divulgação e promoção de produtos tradicionais, registrados como Indicações Geográficas (IG), artesanais e típicos produzidos por pequenos negócios de todo o território brasileiro.

A escolha dos empreendedores para expor no estande do Sebrae foi feita a partir de critérios obrigatórios do evento, como ter certificação de orgânico e capacidade de comercialização em nível nacional. É o caso da empresaCrilancha, marca de biscoito de polvilho fabricado no Espírito Santo. Com apenas um ano no mercado, o produto já é vendido para praticamente todo o Brasil. Outro pequeno negócio que estreia na BioBrazil Fair é o Amazonbai, marca de açaí produzido no Amapá pela Cooperativa dos Produtores Agroextrativistas do Bailique e do Beira Amazonas, ambos territórios localizados na foz do Rio Amazonas.

]]>
cassinos.info Mapa do site